Revista INFAD 2014

ISSN EDICIÓN EN PAPEL: 0214-9877

Nº1, Vol. 2, pp. 307 URI:en trámite
pdf  Ver PDF

RELAÇÃO ENTRE A PERCEPÇÃO DA AUTOEFICÁCIA ACADÈMICA E O ENGAGEMENT DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA

Alexandra R. Costa
Instituto Politécnico do Porto
Alexandra M. Araújo
Universidade do Minho
Leandro S. Almeida
Universidade do Minho

 

Abstract

A autoeficácia refere-se às crenças que o indivíduo tem nas suas próprias capacidades para organizar e executar as ações necessárias à concretização de determinados objetivos. Por seu lado, engagement refere-se ao estado psicológico positivo e motivacional, relacionado com o bem-estar individual. Nesta investigação procurou-se estabelecer a relação entre estas duas variáveis, assumindo uma hipótese de associação positiva entre a autoeficácia e o engagement, tomando estudantes do Ensino Superior de diferentes ramos da Engenharia. A amostra foi constituída por 361 estudantes (M = 20.54; DP = 4.24). A avaliação da autoeficácia e do engagement foi realizada através da aplicação dos questionários aos estudantes em sala de aula. Os resultados revelam uma associação positiva e significativa, sendo maior a associação encontrada entre a dimensão comportamental do engagement e a autoeficácia, estando também estas duas variáveis positivamente associadas ao rendimento académico. Nesta comunicação apresentam-se e discutem-se estes resultados e as suas implicações na investigação e prática psicológica.
Palavras-chave: Ensino superior; Autoeficácia académica; Engagement; Sucesso académico

Self-efficacy reflects the belief that the individual has in his/her own capabilities to organize and execute actions that are needed to accomplish certain goals. On the other hand, Engagement refers to a positive psychological and motivational state, which is associated with individual well-being. This investigation aims to examine the relationship between these two variables, presenting the hypothesis that there is a positive association between self-efficacy and engagement, of engineering students in Higher Education. The sample was composed of 361 students (M = 20.54; SD = 4.24). Self-efficacy and engagement assessment was conducted through a questionnaire administered to students in classroom. Results show a positive and significant association between the variables, being the strongest association between the behavioral dimension of engagement and self-efficacy, which are, in turn, positively associated with academic performance variables. In this study we present and discuss these results and their implications for psychological research and practice.
Keywords: Higher Education; Academic Self-Efficacy; Engagement; Academic Success.

pdf  Ver PDF